Adesivos deixam quarto das crianças mais divertido


 

Projeto Melina Mundim: as plotagens de bolinhas douradas deram um toque de glamour ao quartinho de bebê. Foto: Rodrigo Tozzi

O uso de adesivos na decoração de quartos infantis vem se tornando um aliado para quem busca praticidade, economia e rapidez na hora de incrementar as paredes dos ambientes voltados para crianças e bebês.

Além de versátil, os adesivos são de fácil instalação e baixo custo e podem deixar o ambiente personalizado de acordo com a idade da criança. Além de, também, ser um incentivo para a criatividade dos pequenos.

A designer de interiores Melina Mundim utilizou este recurso na decoração de um quarto de bebê e explica como usá-lo para dar ainda mais graça ao ambiente. “Os adesivos podem fazer parte de uma decoração divertida. Pode-se criar um universo de magia para a criança em forma de floresta ou até mesmo de princesas. No quarto do bebê que utilizei este recurso, a ideia era fazer um ambiente estiloso e que durasse bastante. Sendo assim, nada melhor do que bolas para atender ao bebê e, também, a uma criança maior. As bolas são douradas e passam um ar de glamour e, ainda, permitem que dure até a adolescência”, conta.

A arquiteta e designer de interiores Carmen Calixto também lançou mão do uso de adesivos para decorar o quarto de uma criança de dez anos. Ela ressalta que este recurso lhe permite inúmeras possibilidades e estilos, além de uma facilidade maior quando for necessário trocá-lo. “Como os quartos de criança são ambientes que precisam ir ‘crescendo’ com a criança, os adesivos são um bom recurso para mudarmos a cara do ambiente sem precisar trocar os móveis e a decoração. Dependendo do modelo, a própria criança pode fazer a aplicação dos adesivos e isso permite que ela personalize o seu próprio espaço, estimulando a criatividade e fazendo com que ela se sinta parte do projeto”, ressalta.

Carmen Calixto lembra que existem adesivos que são lúdicos e simulam ambientes para brincadeiras, criando um espaço divertido e interativo. “É o caso, por exemplo, dos adesivos em forma de pista de carrinhos, onde a criança aproveita a parede para brincar. Na hora de utilizar os adesivos, o importante é levar em consideração a cartela de cores do projeto e as preferências das crianças”, pontua.

Melina Mundim também indica alguns tipos de decorações que podem ser feitas com os adesivos e lembra que, se enjoar, é só tirar e colocar outro, de forma fácil e simples “Pode ser de mapa mundi ou do super-herói que a criança goste no momento. E como a criança muda bastante de opinião e gosto, o adesivo pode facilmente ser trocado”, afirma.

Para a designer, o que vale é a criatividade e a possibilidade de variações do produto, criando ambientes delicados e personalizados.“Temos muitas opções de adesivos no mercado e tudo vai depender do projeto ou da atmosfera que se quer criar para o ambiente. Em geral, nos quartos de bebês, são utilizados temas como florestas, nuvens e formas geométricas delicadas. Contudo, acho que vale usar a imaginação e a versatilidade do produto para criar um quartinho único”, encerra Melina.

Deixe um comentário

Arquivado em Decoração, design, revestimento

Tecnologia visual na decoração


 

A Serigrafia SIGN FutureTEXTIL, feira de tecnologias e soluções de impressão para os mercados de comunicação visual, que será realizada entre os dias 12 e 15 de julho, no Expo Center Norte (SP), apresenta o DECOR EXPRESS, projeto inovador que destaca as infinitas possibilidades que a comunicação visual oferece para a decoração e design de interiores.

O projeto apresentará nos ambientes decorados as alternativas para a customização que tem se tornado um grande recurso para inovar e personalizar os espaços, com agilidade e grandes efeitos.

“O uso de tecnologias e produtos da comunicação visual na decoração é algo que o setor já discute, mas que ainda está em processo de consolidação no mercado e na mentalidade dos profissionais de interiores (arquitetos, designers ou instaladores). Este projeto é importante para mostrar as possibilidades de personalização e reforçar a qualidade dos materiais utilizados e desta maneira, conscientizar o mercado a buscar melhores alternativas”, comenta a diretora da feira Liliane Bortoluci.

A decoração residencial e a corporativa fazem parte de um crescente movimento de personalização, e a evolução dos meios digitais e da impressão em tecidos – direta ou por sublimação – aceleram esse processo e permitem que qualquer imagem se transforme em um elemento de decoração. “As possibilidades são inúmeras e dentre tantas, saliento a agilidade em aplicar as soluções e transformar rapidamente os espaços, sem obras. Além de permitir que o profissional trabalhe o contexto do espaço empregando signos, imagens e referências que darão personalidade ao ambiente”, explica a designer, Bianka Mugnatto.

“O profissional de design de interiores encontra na comunicação visual um grande recurso para atender seus clientes de modo rápido e com uma relação custo x benefício muito interessante.  Permite, na maior parte das vezes, que seja efetuada com o morador em casa, evitando que haja despesas adicionais comuns quando há obra civil. Sendo assim, a vantagem deste sistema é a capacidade de renovar sem grandes transtornos, permite acompanhar a evolução da moda, dos novos hábitos, ou curtir um novo momento”, enfatiza Mugnatto.

A Imprimax tem uma linha voltada para decoração, a Décormax, e durante a Decor Express estará mostrando toda a versatilidade do vinil autoadesivo. “Além do diferencial da variedade de texturas e efeitos, o material é antimofo, antibactéria, antiumidade, não propaga fogo, não rasga com facilidade e pode ser limpo. Tudo isso agregado à personalização de acordo com o gosto de cada cliente”.

Deixe um comentário

Arquivado em design

A conversa chegou na cozinha em grande estilo


 

 

Alegria e funcionalidade. Esses foram os principais ingredientes utilizados nesse projeto executado pelo escritório Casatelier. Foto: Osvaldo Castro

A cozinha, talvez por ser um espaço funcional, sempre foi um ambiente mais padrão dentro de casa. Isso está mudando, no entanto, e o ambiente vem se tornando um ponto de encontro entre familiares e amigos, deixando de lado seu aspecto “frio”.

Um dos pontos fortes desta mudança é a presença do estilo fun design, que chegou ao ambiente com força total e vem transformando a cozinha em um espaço alegre, irreverente, repleto de cores, com design arrojado e, por que não, ousado.

Para a designer de interiores Cátia Maiello, sócia-proprietária do escritório Casatelier, a cozinha é um ótimo ambiente para ousar e se divertir e ela dá algumas dicas de como é possível fazer essa inovação no ambiente. “Uma boa dica é usar cores nos utensílios e acessórios como faca, bowls, xícaras, bandejas e outros. Fica superdivertido, também, substituir alguns objetos convencionais por modelos mais despojados (alegres) como fruteira, escorredor de louças, potes de mantimentos, garrafa de café, etc. O importante é observar a qualidade do produto e se ele realmente exerce a função a que se propõe”, indica.

Segundo a profissional, é preciso ter cuidado quando for especificar este estilo no ambiente, pois não se deve inserir todos os elementos ou cores a esmo: “Cuidado com as cores entre si e com os outros elementos de destaques já existentes na cozinha, como pastilha, porcelanato colorido, cor dos armários, bancadas e eletrodomésticos. Tudo precisa estar em harmonia”, ressalta.

Míriam Gatti, sócia-proprietária da loja Oca Criativa, diz a procura por itens divertidos para compor a cozinha, que variam de valores entre R$25 e R$100, vem sendo grande na loja, pois as pessoas buscam por um diferencial, mesmo sendo produtos usuais. “Podemos selecionar muitos itens divertidos que são os mais vendidos na loja. Dentre eles, as luminárias de vinil que ficam um charme na bancada de lanche de uma cozinha, as plaquinhas com mensagens, porta pano de prato de liquidificador retrô e os porta guardanapos”, conta.

Além dos produtos coloridos, Míriam afirma que há grande busca, também, por outros em tons mais neutros, pois remetem ao estilo de cozinhas de antigamente, trazendo um clima nostálgico. “Os produtos nos tons de brancos e pastel, com uma pegada divertida, também estão sendo muito aceitos, pois são itens que se adequam a qualquer estilo de decoração. Quanto aos materiais, eles são os mais variados possíveis. Temos peças de acrílico, vinil (peça reaproveitada) e louça. Essas tem uma ótima aceitação entre os clientes”, encerra.

Deixe um comentário

Arquivado em Decoração, design

O clássico vintage embala o bebê


Nas últimas décadas, o berço branco era uma preferência da maioria dos pais ao montarem o quartinho do bebê. Porém, o que se percebe nos dias atuais, é o resgate dos berços de madeira, que dão um toque clássico ao ambiente e podem, facilmente, harmonizar com uma decoração mais moderna.

De acordo com a designer de interiores Linda Martins, sócia-proprietária do escritório Maraú Design Studio, um dos principais motivos da volta do berço de madeira na decoração é a facilidade em adaptá-lo a qualquer estilo. “Eles são sofisticados e aquecem o ambiente. As grandes marcas do mercado atual também lançaram modelos mais leves, bem desenhados, inspirados nos móveis da realeza francesa, o que agrada em cheio aos pais que esperam príncipes e princesas”, relata.

A designer de ambientes Laura Santos ressalta o momento atual do décor, onde as pessoas estão utilizando o estilo vintage para compor os ambientes e, nessa nova tendência, o uso do berço de madeira no quartinho do bebê se encaixa perfeitamente. “Os berços de madeira estão em evidência pois a pegada vintage está muito forte. A mistura do moderno, a tecnologia dos materiais como a laca e o papel de parede, por exemplo, são inovações que, aliadas ao toque clássico do berço, dão um ar delicado para o quarto. O branco antigamente era muito usado porque era algo muito moderno na época, mas o madeirado veio com tudo”, explica.

Segundo Linda Martins, a grande vantagem de se utilizar berços de madeira maciça é a durabilidade da peça. Além, é claro, de ser um móvel que irá trazer mais personalidade ao quartinho do bebê e ela dá dicas de como compor o ambiente. “Sempre orientamos os pais a utilizarem tons mais neutros no quarto, para clarear o ambiente e valorizar o móvel de madeira, em vez de pesar. Branco e bege são as cores mais utilizadas em quartos clássicos, pois ficam leves e ampliam o espaço, além de realçarem o berço. E, claro, tons de azul e rosa claro pontuais, ainda são os preferidos dos papais”, indica.

Já Laura Santos, segue um outro estilo, mostrando que as possibilidades são variadas. “Quando uso o berço madeirado gosto de usar mais alguma no mesmo material, como o armário ou prateleiras, para o berço não ficar perdido na decoração. O legal da madeira é que ela se destaca bem mais que o branco. Então, se os pais querem valorizar e colocar o berço como protagonista do quarto é bem legal usar este modelo”, encerra.

Deixe um comentário

Arquivado em design

Um Blog para Elas na Expo Revestir 2017


45

Estamos na Expo Revestir, conferindo o que há de novidades em pisos, revestimentos e acabamentos. Tem muita, muita coisa interessante!!! Acompanhe nossos posts e veja o que o mercado oferece de soluções para sua casa!

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria